Pense Positivo e comunique-se de forma positiva. A experiência finlandesa de melhorar o cumprimento espontâneo da obrigação tributária pela Comunicação

15/11/13 00:26

Por Harriet Mallenius e Tiina Karbin, especialistas em comunicação da administração tributária finlandesa

 

A cooperação internacional em matéria de tributação é essencial. Na Finlândia, 97 por cento consideram a cobrança de impostos importante a fim de financiar o Estado de bem-estar finlandês, de acordo com a mais recente pesquisa de satisfação do contribuinte. A questão do cumprimento espontâneo da obrigação tributária é evidente e queremos compartilhar algumas experiências e pensamentos sobre como o incentivo positivo na comunicação pode ser produtivo .

A taxa de cumprimento voluntário na Finlândia é alta, mas ainda temos alguns desafios a enfrentar. Temos que fazer com que o sistema fiscal complexo pareça fácil, de modo que seja fácil para os contribuintes cumprirem suas obrigações . Educação e comunicação são as ferramentas de que precisamos.

Educação no estágio inicial é crucial. Jovens como contribuintes são um grupo difícil de atingir porque eles têm menos conhecimento sobre impostos e menos interesse no assunto . Na Finlândia, temos que colocar ênfase na educação dos jovens . Queremos atingir os jovens no fórum certo e buscar novas formas de alcançá-los . No último par de anos, fizemos campanha nas escolas contra a economia subterrânea, juntamente com os policiais e agentes aduaneiros finlandeses. Através das visitas às escolas educamos os jovens sobre tributação. Também incentivamos os jovens a fazer campanhas sobre impostos uns para os outros de modo que os envolvemos na construção de nossas campanhas de educação .

Chegamos a milhares de estudantes e, no futuro, queremos ser mais sistemáticos com as nossas campanhas de educação . Nosso objetivo também é aumentar o número de pessoas que usam e-serviços . Pesquisamos os usuários por faixa etária e seguimos cuidadosamente o grupo alvo de menos de 25 anos de idade . Até agora está tudo bem, o crescimento tem sido constante e contínua.

A experiência finlandesa é que, destacando os aspectos positivos e comunicando de forma positiva podemos mudar atitudes . Não queremos enfatizar as penalidades. Então, ao invés da varinha,  oferecemos as cenouras. Na Finlândia, este modelo tem funcionado. As pessoas são cumpridores da lei e a pressão social para pagar impostos é grande. Se cumprir é fácil, os contribuintes têm mais probabilidade de serem cumpridores de suas obrigações. A abertura [à sociedade] é outro fator importante . Por ser transparente, a administração tributária conquista confiança mais facilmente. Uma relação responsável e respeitosa com o contribuinte deve ser o ponto de partida. A comunicação é uma boa ferramenta para isso também.


Disponível em http://www.eurosocial-ii.eu/blog-educacion-fiscal/-/blogs/think-positive-and-communicate-positively-the-finnish-experience-improving-compliance-by-communication

http://ijf.org.br/?p=411

>>>>>>> f0be47026d97b87ee764a392299fcfa9c77a5784