Cattani, associado ao IJF, publica debate acerca dos protestos de 2013. HOJE, 18h30, no SIMPA.

Lançamento do livro e debate:

#protestos:

 

análises das ciências sociais

Espanto de uns, admiração de tantos ou indignação de outros, as recentes manifestações de rua que sacudiram as

principais regiões metropolitanas do Brasil ainda carecem de análises mais profundas. Simultaneamente aos eventos,

jornalistas policiais, comentaristas esportivos, apresentadores e âncoras de programas de variedades – neoespecialistas

em multidão – se alçavam a definir categoricamente o que ocorria. Uma das preocupações recorrentes foi a tentativa

de enquadrar o que estava acontecendo dentro da lógica preestabelecida: direita/esquerda, organizado versus

espontâneo, contra isso ou a favor daquilo. Diferentes instituições do Estado, sindicatos, partidos, igrejas, mídias,

grupos não formalizados disputavam a hegemonia de algo que ainda não estava plenamente conformado nem mesmo

no palco dos acontecimentos.

Com o distanciamento temporal, trabalhos sérios começam a surgir em diferentes campos do conhecimento, dos quais

se espera o discernimento e a consciência capazes de interpretar adequadamente as dinâmicas sociais e políticas. É

sobre o arsenal de possibilidades trazido pelas manifestações e suas interpretações que os articulistas desta coletânea se

debruçam, oferecendo suas análises fundamentadas nas ciências sociais. Por diferentes perspectivas somos convidados

a refletir sobre os eventos, seus protagonistas, suas circunstâncias e conjunturas, seus motivos ou interesses e seus

desdobramentos. Certamente não é uma visão finalizada, tampouco uníssona, que enseja mesmo aqui visões distintas

que permitem ao leitor formar sua própria opinião a respeito desse recente período de nossa história.

Em textos marcados pela visão crítica, os autores têm a preocupação

comum de trazer elementos de reflexão sobre as formas inéditas de

mobilização coletiva que não se esgotaram em junho de 2013.

Os artigos e seus autores:

|

 

 

Apresentação – E depois?

Antonio David Cattani – Organizador

|

 

 

#vemprarua: o ciclo de protestos de 2013 como expressão de um novo padrão de

mobilização contestatória?

Marcelo Kunrath Silva

|

 

 

A Copa das Manifestações

Arlei Sander Damo

|

 

 

As duas caudas de Gauss: minorias, protesto e representação política

André Marenco

|

 

 

Movimento Passe Livre e Black Blocs: quem são os novos atores que emergiram

dos protestos de 2013

Adriana Coelho Saraiva

|

 

 

O significado dos protestos urbanos segundo o mainstream econômico

Antonio David Cattani

|

 

 

Atores sociais jovens nos protestos de 2013

José Vicente Tavares dos Santos e Alex Niche Teixeira

|

 

 

Junho de 2013 e a retomada das ruas: conflitualidades e alguns desdobramentos

legais pós-manifestações

Mariana Chies Santiago Santos, Rochele Fellini Fachinetto e Vítor Eduardo

Alessandri Ribeiro

|

 

 

As manifestações sob a ótica da sociologia da moral

Raquel Weiss

|

 

 

Cronologia parcial

|

 

 

Nota do Bloco de Lutas pelo Transporte 100% Público

Lançamento e debate:

 

6 de junho de 2014 | sexta-feira | 18h30

Sindicato dos Municipários de Porto Alegre (SIMPA)

Rua João Alfredo, nº 61 | Cidade Baixa | Porto Alegre | RS

#protestos:

 

 

análises das ciências sociais

120 páginas – Preço de lançamento: R$ 27,00

Editora: Tomo Editorial

 

 

www.tomoeditorial.com.br [email protected]

http://ijf.org.br/?p=181